Jorge Merida, Administrador
  • Administrador

Jorge Merida

Campo Largo (PR)
5seguidores18seguindo
Entrar em contato

Comentários

(47)
Jorge Merida, Administrador
Jorge Merida
Comentário · há 3 meses
Opino o sentido de que nenhum governo terá legitimidade ou condições de governabilidade plena: Bolsonaro e Haddah têm índices de rejeição altíssimos e pautas de governo excludentes e controversas. A sociedade poderia ter encontrado alento em algum candidato mais neutro como Ciro, Amoedo, ou até mesmo a Marina (que ainda encontra uma rejeição alta, mas controlável). Mas Brasileiro não curte um meio termo, e optou por 8 ou 80 e nesse caso o oitenta é o Bolsonaro, que apesar de cumprir um itinerário conservador, aposta na revolução do status quo. O verdadeiro conservador aqui é Lula, Haddad ou PT em geral, o Jair que veio pra mudar, teoricamente. Pois bem, como sabemos que independentemente de plano de governo, nenhum conseguirá governar de forma satisfatória pelos meios democráticos, sobrará uma tentativa de novo golpe militar ou parlamentar. Parlamentar no caso de Haddad assim como já vimos com Dilma, mas quem assumiria seria Manu que não é o Temer que, vampirão que é, mesmo morto se mantém de pé e o presidente da câmara assumiria que eu ainda não sei como estão as expectativas de quem será, portanto minha análise termina aí. Com tudo isso o Brasil já estará numa crise institucional ainda mais grave do que a de 2016 sabendo que o PT jamais atentou contra o estado democrático em si (fez as maracutaias, mas sempre dentro da democracia). Já no caso do Bolsonaro temos o, hierarquicamente acima, General Mourão que já deu a entender que caso precise, fechará o congresso e refundará a constituição com notáveis e doutores, mas sem a presença dos constituintes. Isso se chama ditadura. Paro minha análise aqui também. Portanto pouco importa o plano de governo de agora, pois nenhum destes vão acontecer, o que acontecerá, creio eu, dependerá da militância, ou da falta dela, daqui pra frente.
Ps:. Quem já ganhou a eleição mesmo foi o Itaú que manterá o banco central e, no caso do governo do Jair, com Paulo Guedes terá ainda o prazer de cuidar dos fundos de previdência capitalizados com ele, caso seja o PT ainda poderão lucrar com o crédito inflacionário e agravamento da crise fiscal que caíra nos braços do superbanco na próxima. Ou seja de uma forma ou de outra os verdadeiros ganhadores desta eleição são o Setubal e o Moreira Sales. No mais: "Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder."

Recomendações

(195)

Perfis que segue

(18)
Carregando

Seguidores

(5)
Carregando

Tópicos de interesse

(11)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Jorge

Carregando

Jorge Merida

Entrar em contato